█ SEJA BEM-VINDO AO NOVO BLOG PAAR — É DAQUI, É DA GENTE!

Blog do PAAR entrevista candidato a Prefeito de Ananindeua, professor Beto Andrade.

Maik do PAAR entrevistando o candidato professor Beto Andrade. (Foto: Larissa Karina)

Na tarde do da última quinta-feira (1), o Blog do PAAR esteve entrevistando o candidato a prefeito de Ananindeua, Professor Beto Andrade do PSOL em sua residência na Cid. Nova V. A entrevista é a primeira da série de entrevistas com os candidatos que visam administrar o município de Ananindeua pelos próximos quatro anos.

Dentre os assuntos abordados, Beto Andrade falou da sua prioridade de governo caso seja eleito e também de segurança, saúde, educação e comunicação popular.

Acompanhe a entrevista:

  • Blog do PAAR: Quem é Beto Andrade? 
"Sou professor da rede estadual de ensino e atualmente coordeno o maior sindicado da região norte, o SINTEP, com muito orgulho, porque é um sindicado que luta diariamente por uma educação pública e gratuita, que dignifique os filhos da classe trabalhadora. A escola publica hoje infelizmente está sendo sabotada e a gente vê a consequência disso no dia-a-dia, nas ruas, nos problemas que tem se agravado em nossa cidade e no Pará inteiro. Coordeno esse sindicato e sou professor desde os meus 21 anos, hoje tenho 38 de idade e tenho orgulho de dizer também que vivo a 38 anos em Ananindeua, nasci e me criei aqui e tenho um carinho por essa cidade, por isso tenho dito que existe muita coisa para ser mudada em Ananindeua e problemas para serem enfrentados, mas nós não somos aqueles que apenas criticam e depois se colocam como os salvadores da pátria, sabemos que não se resolve tudo do dia para a noite e por isso que o Beto Andrade vai incentivar a participação popular em Ananindeua para juntos resolvermos os problemas com quem mora, vive e quem conhece a realidade do nosso município."
  • Blog do PAAR: Qual será a sua prioridade de governo?

"Nós temos dito que Ananindeua se tornou uma cidade onde o direito das pessoas se transformou em favores, então a prioridade que nós temos é despartidarizar os órgãos públicos no sentido de não incentivar a lógica da troca de favores entre a câmara e o poder executivo, e poder garantir com que os servidores sejam efetivados através de concurso público garantindo a essas pessoas a sua estabilidade e que os órgãos públicos de Ananindeua sejam compostos e dirigidos por pessoas dessa cidade e de preferência sejam servidores de carreira. Tudo isso de certa forma já resolve parte dos problemas que a gente vive em relação a política pública que se tornou favor e não direito como a gente defende que seja. Obviamente temos várias pautas fundamentais e que nos preocupam muito, uma delas é em relação a segurança pública que vai ser uma pauta de todos os candidatos."
  • Blog do PAAR: Como o governo Beto Andrade pretende trabalhar a questão da saúde pública no município?
"Esse é um tema fundamental e diante dele queremos dizer o seguinte, todos os direitos que nós acreditamos que sejam direitos do povo não vão ser transformados em favor, lamentavelmente hoje em qualquer lugar que você chegue, seja no PAA ou na Guanabara, lá no Atalaia por exemplo tem um posto de saúde fechado todo pronto! Há uma crítica geral em relação ao não atendimento. Então a nossa população vai aos postos de saúde onde deve ter atenção básica da saúde onde começa todo o processo de prevenção para que não se chegue a doenças mais graves e infelizmente não consegue ter acesso ao básico, medicamento, consulta e exames, muitas vezes isso é gerado de certa forma para pessoas que estão ligadas ao governo para que eles usufruam do acesso a saúde pública para poder depois ter uma troca de favor com isso. Nós vamos garantir o funcionamento dos postos de saúde com tudo que ele tem direito, medicamento adequado, com as consultas, com médicos e enfermeiros, trabalhadores da saúde valorizados, porque é um debate que a gente tem feito em relação a valorização do servidor público, e nós vamos garantir que isso seja encontrado onde deve ser encontrado, no posto de saúde, e não na casa do Fulano que é indicado muitas vezes, como a gente tem visto corriqueiramente acontecer em Ananindeua. 
Mais do que isso, nós vamos aprofundar o programa de saúde da família e vamos criar o programa médico em casa, construir o pronto socorro municipal e chamar Ananindeua de cidade mulher através de atendimento especializado no Hospital materno infantil que nós vamos construir em Ananindeua para dar direito a vida dos nossos futuros cidadãos de Ananindeua, garantindo o direito do cidadão desde o seu nascimento."

  • Blog do PAAR: Como o seu governo pretende combater a insegurança em Ananindeua?
"Esse é um tema que tal vez vai ser o mais debatido em nosso municio, a violência tem sido algo que está além dos muros da nossa cidade e do jeito que está não dá para continuar. Se até hoje a forma que os governos estaduais e municipais apontaram para combater a violência não tem dado certo, nós temos que mudar radicalmente e infelizmente, tanto o governo do estado e do município eles apenas enxugam o gelo combatendo a criminalidade lá na ponta apenas com aquele jovem que não teve nem uma oportunidade na vida e teve um processo de desagregação familiar muito forte na sua infância e acabou cedendo a lógica do crime, portanto em nosso governo não vamos criminalizar a periferia, os jovens negros e pobres porque infelizmente está é a lógica que o governo tem feito. Nós vamos garantir os direitos da nossa população, temos uma proposição de construir oito espaços esportivos e culturais em Ananindeua, oferecendo escolas de esporte e também acesso à cultura e lazer, sendo usados pela comunidade, além das escolas municipais. Também vamos criar o “emprego jovem” que garante o acesso ao primeiro emprego em parceria com a indústria e comercio local é dessa forma que nós pretendemos combater a violência. Claro que nós não abrimos mão de uma guarda municipal qualificada, equipada, valorizada e concursada. Vamos criar também a secretaria de segurança pública." 
  • Blog do PAAR: Em seu plano de governo existe alguma proposição voltada para a comunicação alternativa, popular e comunitária em Ananindeua? 
"Sim, inclusive nos anos 2000 e 2001 eu cheguei a participar de uma rádio comunitária em Ananindeua, que infelizmente naquela época e hoje existe a criminalização das rádios comunitárias. O poder popular e a comunicação para a gente é poder, e nós não podemos ficar apenas reféns de alguns órgãos que muitas vezes funcionam mais por interesses de grupos políticos do que comunicar efetivamente a população, então nós vamos tratar com democracia todo esse processo de comunicação fortalecendo uma coisa que vocês tem feito através dos Blogs, rádios, e redes sociais que tem se construído em Ananindeua para fazer a cobrança do poder público. Sendo assim, não vamos abrir mão de que o povo exerça o seu poder de cobrar o governo, isso para nós é importante, pois vamos fazer o melhor governo de Ananindeua que vai aceitar a crítica e resolver o problema a partir da crítica. Portanto quem tá lá na ponta tem o direito e terá todo o apoio sem perseguição para levar informação para o povo de Ananindeua." 

Produção: Larissa Karina / Maik do Paar

Entrevistado: Beto Andrade.


Blog PAAR. É daqui, é da gente!. Tecnologia do Blogger.